Gratis Joomla Templates by Hostmonster Coupon

Austrália

O maior organismo vivo do planeta
A Austrália é um país colossal, onde as paisagens desérticas do interior encontram um equilíbrio perfeito com a linha de costa, a perder de vista e em estreita comunhão com o azul do mar. As cores quentes e as formas estranhas do deserto, fazem-nos imaginar um outro mundo, com outros Seres, animais e vegetais. Se nas planícies é bem provável que dê de caras com uma série de Cangurus, no mar é bem provável que dê de caras com a Grande Barreira de Coral. Este é o maior ser vivo gregário do planeta, com cerca de dois mil quilómetros de extensão, ao longo da costa Leste da Austrália.


Esta meca do mergulho tem tanta fama como proveito e nós queremos que lá vá. Por isso sugerimos que visite esta carismática zona de mergulho num liveaboard, para que possa tirar o máximo partido da sua estadia. Com um recife tão bom, o operador de mergulho não lhe pode ficar atrás, pelo que a nossa escolha recai no Mike Ball Dive Expeditions, com muitos anos de experiência nesta zona do globo. A viagem é literalmente até ao outro lado do mundo, mas vale bem a pena, pois terá ao seu dispor um barco muito bom, com uma operação muito boa e estará a mergulhar num recife ainda melhor.


A VIAGEM      •      PARA MERGULHAR       •      SUBMERSO      •      A TER EM CONTA


A viagem

Quando ir
Dizem os entendidos que é possível mergulhar na Grande Barreira de Coral durante todo o ano. No entanto, entre Dezembro e Abril, existem fortes probabilidades de acontecerem tempestades tropicais, que poderão condicionar a sua viagem. Por outro lado, dizem as estatísticas que em cada dois anos, as tempestades tropicais estragam apenas uma semana de mergulho. Conclusão, se bem que seja de facto possível mergulhar ao longo de todo o ano, vamos evitar esta janela temporal - Dezembro a Abril - e desta forma garantir que terá uma semana de liveaboard para não mais se esquecer. Ir para este destino no nosso Verão, não significa que vá apanhar muito calor; se a temperatura do ar possa ter valores muito agradáveis - 22 a 25º - a temperatura da água do mar estará abaixo das nossas expectativas. Será o preço a pagar por uma viagem mais tranquila.

Fora de bordo
Com uma viagem tão longa pela frente, faz todo o sentido chegar e parar. Parar, não só para descansar, mas também como forma de garantir que eventuais atrasos nos voos não condicionem uma viagem tão especial. Conte com pelo menos uma dormida em terra, antes e depois do liveaboard, que aconselhamos que seja em Cairns. Os nossos operadores de terra encarregar-se-ão de o transportar para o alojamento escolhido. O embarque nesta fabulosa aventura será feito a uma quinta-feira, pelas seis da tarde, no Porto de Trinity Wharf, em Cairns. Oito dias depois, desembarcará pelas oito da manhã, sendo levado de novo para o hotel escolhido. Durante a sua curta estadia nesta cidade, poderá aproveitar para fazer um passeio pela zona costeira ou então, aproveitar e fazer umas compras.

Extensões
Consoante a sua disponibilidade em termos de dias, assim poderá fazer uma escapadinha mais simples, nomeadamente pelas ruas de Sidney, ou então poderá optar por algo mais radical e mais "seco". O deserto australiano tem um encanto muito especial: são áreas colossais de paisagens surrealistas, com um monólito muito famoso algures por lá perdido. Ayers Rock torna a paisagem ainda mais estranha. No extremo Sul da Austrália, a Tasmânia é uma ilha com um recorte paisagístico fabuloso. É o fim do mundo na sua vertente mais bela e misteriosa. Dizem que vive por lá um Diabo... da Tasmânia. Poderá também optar por uma extensão à Nova Zelândia ou à Nova Caledónia.     • VOLTAR •


Para mergulhar

Embarcações
O Spoil Sport é um barco sensacional, completamente vocacionado para viver e mergulhar com o maior conforto. São 30 metros de casco duplo, muito bem motorizado, o que não só garante imensa estabilidade, como excelentes performances no sentido de cobrir grandes distâncias de recife. As suas noites serão descansadas, pois o balanço habitual dos barcos com casco simples será menos notório. Tem 14 cabines, com quatro níveis de conforto e de preço, para receberam um máximo de 28 mergulhadores. A largura do barco é impressionante, com uma área dedicada às actividades de mergulho deveras grande. Não sentirá nunca excesso de mergulhadores. Todas as cabines têm casa de banho privativa - excepto as económicas - e ar condicionado. Tem sala de jantar, sala de estar com duas televisões, música ambiente e um enorme solário no piso superior. As cabines mais caras têm janelas grandes para o exterior, um verdadeiro luxo num barco destas dimensões. O nitrox está disponível a bordo. Consta que o menu é um dos pontos fortes deste operador, tendo inclusivamente sido já premiado.

Operação e logística
Num programa de sete noites e com mergulhos ilimitados, poderá fazer para cima de vinte mergulhos. Os tempos de navegação poderão condicionar o total de mergulhos que poderá fazer num dia, mas conte pelo menos com três mergulhos em três spots diferentes. Este operador tem uma forma diferente de trabalhar; para que cada spot possa ser bem explorado, o que por norma fazem é visitar três zonas de mergulho por dia. Uma vez no local, poderá optar entre fazer mergulhos mais longos ou então ir explorar zonas adjacentes. A ideia é dar liberdade total aos mergulhadores, no sentido de adequarem o programa aos seus gostos ou necessidades. No caso de ser fotógrafo ou videógrafo, poderá estender o seus mergulhos até às duas horas de imersão, e desta forma captar melhor o comportamento dos animais marinhos. Na zona de mergulho seguinte ou no dia seguinte, poderá fazer mergulhos mais curtos, caso seja esse o seu interesse. Após cada mergulho ou sessão de mergulhos, terá sempre alguém da tripulação a oferecer um petisco. Dois semi-rígidos irão leva-lo e buscá-lo, com total liberdade para planos individuais de mergulho, uma vez que o Spoil Sport estará ancorado. Faz ainda parte do programa uma visita à Ilha do Lagarto, onde supostamente o navegador James Cook fez paragem. • VOLTAR •


Submerso

Temperatura e visibilidade
Recordamos que para evitar o mau tempo e garantir o total sucesso do seu liveaboard, deveremos evitar o período entre Dezembro e Abril. De Maio a Novembro as condições para a prática do mergulho são as estatisticamente melhores, inclusivamente no que respeita a visibilidades, com médias de 20 a 30 metros. Nos melhores dias e por norma de manhã, poderá ter picos de visibilidade acima dos 40 metros, começando a ser difícil ter uma noção realista da distância visível. Será uma maravilha! O reverso da medalha tem a ver com a temperatura da água do mar. Entre Maio e Novembro, os valores andarão entre os 22 e os 26º, sendo Julho o pior mês, com uma média de 22º. Um fato com um mínimo de 5mm será o mais aconselhado. Contudo, e por causa da constante variação do clima nos dias de hoje, consulte-nos para obtermos leituras mais actuais.

Tipo de mergulhos
Numa barreira de coral tão extensa, não se admire de percorrer grandes distâncias, para poder usufruir do melhor que esta zona de mergulho tem para oferecer. Somando a travessia até Osprey Reef, navegará qualquer coisa como 700 quilómetros durante o seu liveaboard. Conte portanto com um alargado leque de tipos de mergulho, nomeadamente mergulhos em cabeças de coral, mergulhos de fundo, mergulhos em pináculos vindos dos 60 metros quase até à superfície, mergulhos em corrente, etc. No entanto, os melhores spots são aqueles que apresentam paredes verticais a cair em abismos de mil metros de profundidade! Estão repletas de vida e são algo de extraordinário, seja para fazer mergulhos à deriva, seja para evoluir calmamente e tirar fotografias ou filmar. Consoante a altura o ano em que for, poderá fazer mergulhos no azul, com a intenção de avistar Baleias. Junho e Julho serão os melhores meses.

O que se pode ver
Basicamente poderá ver um pouco de de tudo, desde as mais pequenas e coloridas criaturas - os sempre fabulosos Nudibrânquios - até animais colossais, como sejam as Baleias ou, com um pouco de sorte, o Tubarões Baleia. De resto, poderá ver Garoupas gigantes, Barracudas gigantes, Napoleões, Moreias, Raias, Atuns, Tartarugas Verdes e outras espécies mais pequenas, como sejam Antias, Peixes Folha ou Peixes Papagaio. As paredes estão cobertas de Gorgónias enormes, pelo meio de formações de Coral mole por vezes inacreditáveis. É impressionante olhar para algumas paredes completamente verticais, com braços colossais de coral-mole de variadíssimas cores a caírem para o azul mais escuro do abismo.

Hot spots
O recife de Osprey será como que a cereja em cima do bolo, porque será o local em que terá fortes probabilidades de nadar no meio de enormes cardumes de Tubarões, tanto de Pontas Brancas, como de Pontas Prateadas, havendo relatos de avistamentos de cardumes com mais de 30 animais no mesmo mergulho. Poderá ainda avistar Tubarões Martelo.     • VOLTAR •


A ter em conta

Cuidados de saúde
Nenhuns. A Austrália é um país com um elevado índice civilizacional, com padrões de saúde que garantem o bem estar de qualquer um. Pode beber água da torneira e a comida enquadra-se nos hábitos europeus. No barco, estará muito bem entregue. Tenha apenas cuidado com o sol, que mesmo no nosso Verão - o Inverno deles - poderá ser forte.

Formalidades
Terá que possuir um passaporte válido por um período de pelo menos seis meses, tal como um visto de entrada no país e passagens de regresso. Para a obtenção do visto, sugerimos que entre em contacto connosco.

Bagagem
Consoante a companhia aérea que escolher, assim a política de limites de bagagem poderá mudar. Sugerimos uma leitura atenta aos links em rodapé, no sentido de estar consciente das voltas que terá que dar à sua bagagem de mergulhador.

Aspectos práticos
Enquanto estiver a bordo terá ao seu dispor tudo aquilo de que necessita. Despesas adicionais - um bom vinho - irá parar à sua conta, que poderá pagar no final da viagem com cartão de crédito. Para passear em Cairns, Sidney ou pelo interior da Austrália, sugerimos que troque Euros ou Dólares Americanos por Dólares Australianos. Em zonas mais no interior, será imperativo, se quiser fazer algo tão elementar como seja comer.


Valor indicativo

• TOPO •



Peça-nos um orçamento através do endereço Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou do número 21 300 70 10.

O Peixe Voador é uma marca registada comercializada sob responsabilidade da Equador e Mendes, Agência de Viagens e Turismo, Lda.
Sede Social: Torre Oriente, Av. Colégio Militar 37F 5°, 1500-081 Lisboa. Capital Social EUR 100 000. Matric. CRC Lisboa/NIPC n.º 505 184 958. RNAVT n.º 2356.